Mostrando postagens com marcador America do sul. Mostrar todas as postagens

Café na trilha da rainbow-mountain

5 comentários

 O post de hoje é sabores de viagem . 
Quero dividir, mais essa experiência gastronômica  , que foi o café da manhã na trilha para a rainbow-mountain  , uma das atrações turísticas mais populares no Peru.

Saímos  em torno de 2:30 da manhã do hotel de Cusco , nossa primeira parada foi em um refeitório de  família local  em um lugar chamado Cusipata , para o café da manhã. 



O pão era estilo uma panqueca grossa, manteiga, geléias e frutas. Tudo com fartura para a gente comer e repetir. 


O café é uma tintura fria para diluir na agua ou leite quente , que estavam nas térmicas das mesas.

Os chás de diversos tipos (incluindo chá de coca para evitar o mal de altitude).




  Havia banheiros (2 soles por pessoa) e uma barraca para vender folhas de coca, lanches, casacos, luvas e alugar bastões de trilha.



Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK

Rainbow Mountain - Peru

10 comentários



 A Rainbow Mountain é uma montanha nos Andes do Peru com uma altitude de 5.200 metros acima do nível do mar. 


Chamada tambem de Vinicunca, Winikunka, Montaña de Siete Colores ou Montaña de Colores, enfim não importa o nome que este destino receba  pelas redes entre os viajantes , a Vinicunca (nome verdadeiro) é , sem sombra de duvida uma das atrações mais impressionante que você pode conhecer pelo País Andino.

                inicio da trilha
        O tour me pegou mais cedo, por volta das 3h da madrugada. Algumas agências saem nesse horário para oferecer uma melhor experiência para os visitantes, chegando antes das centenas de pessoas que visitam o lugar todos os dias.levamos mais ou menos três horas até chegar a um povoado próximo a montanha ,onde tomamos nosso café da manhã,  o mesmo local do almoço. 
Do restaurante, percorremos mais uns 15 minutos de van e chegamos a o início da trilha.



Fazer a trilha ao topo da montanha é um grande desafio , exige preparo físico e  acompanhamento de um guia profissional.


Eles oferecem também a opção de fazer uma parte da trilha no lombo de um cavalo, que ajuda muito.


                               

A trilha tem 6KM entre ida e volta , num tempo que varia de pessoa para pessoa, a dificuldade maior é o mal de altitude. 

                         

       

Todo o percurso é verdadeiramente lindo e vale cada passo.

  

A recompensa do final é maior do que se imagina.


Superação e uma verdadeira experiência de vida, que dificilmente encontrarei em outro destino.

Janeiro /2020








Salar de Uyuni / Bolívia

17 comentários

Salar de Uyuni, fica  nos Andes sudoeste da Bolívia, é o maior deserto de sal do mundo.



Esse roteiro fez parte  da minha viagem de  férias em Janeiro de 2020 , realizado pela Trip-tri , em uma expedição pela América do Sul.



Trata-se do legado de um lago pré-histórico que secou, deixando uma paisagem desértica de quase 11.000 km2 com sal branco e claro, formações rochosas e ilhas repletas de cactos. 
Seu tamanho impressionante pode ser observado da ilha Incahuasi central. 

 Credito Google

Embora a vida selvagem seja rara nesse ecossistema único, ele recebe muitos flamingos rosas, em algumas época do ano.



São mais de 10 mil quilômetros quadrados de deserto, com altitudes superiores a 4 mil metros. Desta forma, a temperatura da região costuma ser sempre seca, com dias ensolarados e noites frias.




O trajeto do hotel ao salar é feito em caminhonete 4x4 e a primeira parada é nos cemitério de trens.


Paramos também em uma feira de artesanatos , muitos deles feito de sal , para as comprinhas de souvenir.

No museu de lhamas , algumas fotinhos , sem parada para visitação.



A vista desértica  com vidas é emocionante.




Em qual época do ano fazer esse passeio ?

Escolha de Sofia: se viajar na época de seca, entre março e novembro, consegue ir a 100% da área do Salar, sem percalços(meu caso) -
 porém, deixa de aproveitar o que o Salar tem de mais bonito, que é a lâmina d'água que se forma nos meses de chuva, entre dezembro e fevereiro, e que permite aquelas fotos sensacionais do céu refletido no chão.



A passagem pela Bolívia incluiu uma passagem por La Paz cheia de boas experiências.





Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK

HUAYNA PICCHU

14 comentários
A montanha de Huayna Picchu é a montanha icônica das fotos de Machu Picchu .A trilha (popularíssima)vai da cidadela de Machu Picchu ao topo da montanha Huayna Picchu, eu fiz apenas a primeira parte devido as minhas condições físicas + altitude.
O pico  está por volta de 2.720 metro acima do nível do mar e forma parte das três Montanha sagradas existentes no santuário de Machu Picchu.

           "A jovem montanha " 
em quíchua, está localizada no Peru e forma parte oriental do maciço de Salcantay.
De acordo com guias locais, no topo da montanha era a residência do sumo sacerdote. Todas as manhãs, antes do nascer do sol, o sumo sacerdote, com um pequeno grupo ia a pé a Machu Picchu para assinalar a chegada do novo dia. 
Como visitar 
A entrada para escalar Huayna Picchu fica dentro da cidadela de Machu Picchu.
 Você deve estar no ponto de verificação  entre as 07:00 e 08:00.
Você recebe um tempo máximo de 3 horas para concluir a escalada da montanha Huaynapicchu. Depois, terá mais 4 horas para explorar a cidadela de Machu Picchu após sua subida à montanha Huaynapicchu.

Tome muita água e chá de folhas de coca, pois isso auxiliará seu corpo a adaptar-se mais fácil com a altitude.



Águas calientes - Peru

6 comentários

Machu Picchu Pueblo ou Machupicchu, também conhecido como Aguas Calientes é uma cidade no Peru às margens do rio Urubamba que se destaca das demais cidades do Vale Sagrado pelos atrativos e infraestrutura.


Rio Aguas Calientes e suas pontes cortam a cidade do mesmo nome, no Peru


Aguas caliente merece um post exclusivo aqui no blog ,afinal todo mundo que quiser chegar a Machu Picchu terá que conhecer esse pequeno povoado , inclusive dormir uma noite por lá.


O letreiro Macchu Picchu está antes de chegar  povoado.
O nome Águas Calientes vem de “águas quentes”, em espanhol. Os banhos termais são um dos principais atrativos aos visitantes que passam um tempo na cidade.

 

Visitando o caminho dos Incas , este será é a ultima parada. Partindo da hospedagem em Cusco, passamos o dia visitando sítios arqueológicos e a tardinha embarcamos no trem até aguas Caliente .

A estação  de chegada fica entorno de onde nasceu o povoado de mais ou menos 1600 habitante que vive exclusivamente da exploração turística e logo na saída da estação já encontramos um grande mercado de artesanatos .

Mercado Artesanal de Pisac Cusco | Blog Viagens Machu Picchu

A estrutura turística conta com muitos hotéis, pousadas e restaurantes para todos os bolsos e tipos de viajante. 

O que fazer em Águas Calientes

Prepare-se para caminhar , por lá , as ruas são estreitas e bem povoadas ,por lá não circulam carros nem táxi. Mas não se preocupe, isso não vai ser um problema já que a cidade é mesmo bem pequena.
Ao atravessar a ponte, alguns cadeados presos à tela, como na ponte em Paris (mas não tantos). Seriam também "cadeados do amor?"

Aguas Calientes

Essa é a porta de entrada 
para chegar lá em cima da montanha onde está o Parque Arqueológico Nacional de Machu Picchu, você pode optar pelo trajeto de ônibus ou a pé, por meio de trilha.

Navegando pelo lago Titicaca

13 comentários
O lago Titicaca é o lago navegável  mais alto do mundo. Ele está situado na linha de fronteira da Bolívia com Peru, na cidade de Puno. 

Em janeiro de 2020 fiz uma expedição pela América do sul , onde iniciamos o roteiro Peruano com a visita nas ilhas flutuantes.
 Chegamos a Puno ao amanhecer, embarcamos em direção a Uros logo em seguida.
São ilhas habitada por povos hospitaleiros e  transformadas em atração turística . 

Uros.

 Reza a  história que construíram as ilhotas para escapar aos primódios da civilização Inca.
Na primeira ilhota (UROS), eles nos contam um pouco da sua história. 
Dizem que a ilha ,mesmo com boa manutenção , não dura mais que oito anos.
 As ilhas são erigidas a partir de juncos amarrados e sobrepostos em camada que podem totalizar três metros de espessura, como mostra a maquete exibida pelos nativos .



Adicionar legenda

  As ilhas são erigidas a partir de juncos amarrados e sobrepostos em camada que podem totalizar três metros de espessura, como mostra a maquete exibida pelos nativos .


Logo em seguida uma senhora convidou para olhar dentro da sua casinha e conhecer sua lojinha de artesanatos exposto no chão da ilha. 
O rendimentos dos Uros provem fundamentalmente do turismo. A


 A totora é também usada para as casinhas e os barcos os quais cobram por um passeio na outra ilha, chamando de passeio de Mercedes.


Embarcamos no barco-carro-alegórico para um breve cruzeiro pela cidade flutuante, e elas se despediram com um "Vamos a la playa, oh oh oh oh". Navegamos em direção a uma outra ilhota , onde tomamos café da manhã com os locais. 




 O passeio custa em torno de 15 soles por pessoa pelo passeio (US$ 4,5 ou R$ 16,8)* que leva cerca de 3 horas e passa por 2 ilhas diferentes. São pelo menos 30 minutos de barco até a primeira ilha.


Moray , Peru

23 comentários
Moray é um sítio arquiológico , onde
cada nível destes grandes círculos era utilizado para testar o cultivo de um ou mais tipos de plantas.Há várias teorias para o que era o lugar. A principal diz que Moray foi um laboratório agrícola experimental Inca, onde eles conseguiam simular diferentes micro-climas e produzir uma variedade enorme de produtos. 

Com isso, os Incas desenvolveram novas variedades de alimentos,
 especialmente as batatas e os milhos .

Moray fica a 50 km de Cusco, a aproximadamente 3500 metros de altitude (cerca de 100 metros acima de Cusco). 
O passeio é combinado com as salineira de Maras e faz parte do Vale sagrado dos Incas.

Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK

Enoturísmo

Enoturísmo
Blog parceiro