Mostrando postagens com marcador Expedição America. Mostrar todas as postagens

Train cemintery -Bolivia

7 comentários

 A caminho da maior planíce de sal do mundo, o salar de uyuni ,passamos por outros lugares fantásticos, com paisagens que vão se assemelhando cada vez mais ao deserto do Atacama e o cemintery de train é uma das atrações desertas exclusivas.



Com  dezenas  de ruínas de vagões antigos e fazem parte de praticamente todos os tours que passam pelo Salar de Uyuni


 Os vagões são escaláveis e temos um legal para explorar o cemitério e tirar todas as fotos possíveis.

                              

Aqui visitantes exploram um verdadeiro museu a céu aberto com locomotivas escavadas da idade dourada da Bolívia.



Leia tambem: Salar de Uyuni








VALE DE LA LUNA / BOLÌVIA

4 comentários
O passeio no vale de La Luna é um dos mais populares nos arredores de La Paz, na Bolívia, e dura cerca de uma hora para percorrer todo o caminho.

  O nome é devido as formações rochosas que aparentaram
 o solo da Lua.

Parece uma caverna, só que ao contrário. 
Cheio de pontas semelhantes a estalagmites na superfície desértica, o Vale da Lua, a apenas 10 minutos de La Paz, pode ser considerado um daqueles lugares surreais que temos que conhecer na América do sul.

Dizem os boatos ,que a primeira visita a Lua foi gravado nesse local.

Esse post faz parte da Expedição América/2020.

Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK

Sabores do Peru : Choclo con queso

11 comentários
Você vai pensar , milho com queijo ! ?

Pare, esqueça a nossa espiga amarelinha e sempre igual.
Nenhum lugar no mundo tem tantas variedades de milho como o Peru.

          
Choclo con queso é uma refeição peruana que costuma ser consumida como um lanche, um aperitivo ou um acompanhamento. O choclo peruano é um tipo de milho com grãos grandes, sabor de nozes e textura em borracha. Quando combinado com queijo cremoso e salgado, resulta em choclo con queso. Embora possa ser encontrado em restaurantes, esse delicioso lanche é mais comumente comprado em vendedores ambulantes.

         
  

Os milhos Peruanos  tem mais de 50 variedades, vermelho, roxo, malhado, pequenos e gordinhos, compridos e finos e até com grãos gigantes ou pontudos!
É importante dizer que o alimento se desenvolveu no país devido as condições climáticas perfeitas para seu cultivo.
Ele começou a ser produzido no vale Sagrado dos Incas, recebendo a umidade da Amazônia Peruana e o calor do deserto ao mesmo tempo. 
È um ingrediente de bastante destaque na culinária Peruana.




Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK

Lhama Perú

13 comentários

As Lhama , são uma espécie sul-americana da família dos camelos que está intimamente relacionado com as alpacas, guanacos e vicunhas, conhecidos coletivamente como camelídeos. São animais de corpo esguio com pernas e pescoços longos, caudas curtas, cabeças pequenas, orelhas grandes e pontudas.

São animais gregários que pastam grama e outras plantas. Quando estão bravos, cospem.  vivem  livremente no Machu Picchu e dão um charme todo especial a esse cartão postal .


A maioria dos rebanhos de lhamas é mantida pelos habitantes da Bolívia, Peru, Equador, Chile e Argentina. A lhama é prioritariamente um animal de carga, e também é usada como fonte de alimento, lã, pele, extrato para vela e seu esterco seco como combustível .


A lhama é um animal gentil, mas quando está sobrecarregada ou é maltratada ela se deita, assobia, cospe e dá coices, se recusando a se mover. As lhamas se reproduzem no hemisfério sul no final do verão e outono, de novembro a maio. O período de gestação dura aproximadamente 11 meses e a fêmea dá à luz um bebê. Embora geralmente branca, a lhama pode ser preta ou completamente marrom, ou branca com manchas pretas e marrons.



Lhamas e alpacas são animais domesticados que não se encontram mais em estado selvagem na natureza. 


Provavelmente derivam dos guanacos que durante ou antes da civilização Inca eram usadas como mulas de carga, atualmente tornaram-se sinônimo  da cultura Peruana.



Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK


Café na trilha da rainbow-mountain

5 comentários

 O post de hoje é sabores de viagem . 
Quero dividir, mais essa experiência gastronômica  , que foi o café da manhã na trilha para a rainbow-mountain  , uma das atrações turísticas mais populares no Peru.

Saímos  em torno de 2:30 da manhã do hotel de Cusco , nossa primeira parada foi em um refeitório de  família local  em um lugar chamado Cusipata , para o café da manhã. 



O pão era estilo uma panqueca grossa, manteiga, geléias e frutas. Tudo com fartura para a gente comer e repetir. 


O café é uma tintura fria para diluir na agua ou leite quente , que estavam nas térmicas das mesas.

Os chás de diversos tipos (incluindo chá de coca para evitar o mal de altitude).




  Havia banheiros (2 soles por pessoa) e uma barraca para vender folhas de coca, lanches, casacos, luvas e alugar bastões de trilha.



Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK

Salar de Uyuni / Bolívia

17 comentários

Salar de Uyuni, fica  nos Andes sudoeste da Bolívia, é o maior deserto de sal do mundo.



Esse roteiro fez parte  da minha viagem de  férias em Janeiro de 2020 , realizado pela Trip-tri , em uma expedição pela América do Sul.



Trata-se do legado de um lago pré-histórico que secou, deixando uma paisagem desértica de quase 11.000 km2 com sal branco e claro, formações rochosas e ilhas repletas de cactos. 
Seu tamanho impressionante pode ser observado da ilha Incahuasi central. 

 Credito Google

Embora a vida selvagem seja rara nesse ecossistema único, ele recebe muitos flamingos rosas, em algumas época do ano.



São mais de 10 mil quilômetros quadrados de deserto, com altitudes superiores a 4 mil metros. Desta forma, a temperatura da região costuma ser sempre seca, com dias ensolarados e noites frias.




O trajeto do hotel ao salar é feito em caminhonete 4x4 e a primeira parada é nos cemitério de trens.


Paramos também em uma feira de artesanatos , muitos deles feito de sal , para as comprinhas de souvenir.

No museu de lhamas , algumas fotinhos , sem parada para visitação.



A vista desértica  com vidas é emocionante.




Em qual época do ano fazer esse passeio ?

Escolha de Sofia: se viajar na época de seca, entre março e novembro, consegue ir a 100% da área do Salar, sem percalços(meu caso) -
 porém, deixa de aproveitar o que o Salar tem de mais bonito, que é a lâmina d'água que se forma nos meses de chuva, entre dezembro e fevereiro, e que permite aquelas fotos sensacionais do céu refletido no chão.



A passagem pela Bolívia incluiu uma passagem por La Paz cheia de boas experiências.





Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK

San Pedro do Atacama : Chile

14 comentários
San Pedro de Atacama é uma cidade situada num planalto elevado na Cordilheira dos Andes do nordeste do Chile. 

As deslumbrantes paisagens que a circundam incluem deserto, salinas, vulcões, géiseres e fontes termais.


O trajeto  nos presenteia com toda essa beleza .




A cidade é pequena e tem um clima tranquilo.
Caminhar por ruas de chão batido e depararmos  com  alguns lugares legais para conhecer, como uma linda igrejinha antiga.



Visitar o Museu Arqueológico Gustavo Le Paige , onde existem diversos objetos histórico de todo Atacama.



A vila dos artesãos e as lojinhas coloridas , comprar alguns regalos , faz valer apena a passada por essa bela cidade no meio do deserto .





O local tem ótimos restaurantes com uma gastronomia a nível internacional, eu escolhi para o almoço o La Plaza , que tem uma ótima localização .



Todos esses pontos estão entre a rua Caracoles e Gustavo de La Paige .






 Esse é um roteiro turístico que voltarei com certeza.


Fiz ele pela expedição América e nosso tempo era curto para fazer os city tour que o local Oferece.
Recomendo no mínimo 3 dias por aqui , a cidade também tem variedade de hostel bem simpáticos.


Vale de La Luna
Valle de La Luna .Lagunas Altiplânicas , salar do Atacama, vale do arco íris ,Vulcão Licancabur,Gêiseres de Tatio, Laguna cejar, deserto magico.....



Conhecendo Purmamarca e o Cerro de los Siete Colores na Argentina

15 comentários
bY Márcia Schorn



Ainda na Argentina , depois de visitar a cidade de Salta e o teleférico san Bernardo, com a Expedição pela América , nos deslocamos até Purmamarca/Jujuy para conhecer o cerro de los siete colores .



O cerro tem as sete cores extremamente bem definidas que nem parece de verdade, um lugar espetacular, muito bonito, mas o viajante deve ir preparado para encontrar um lugar bem inóspito , resumo em  um local de reflexão com paisagens incríveis.






Para todos que eu comentava,sobre Purmamarca  perguntavam , sem exeção? 

Ahn? Como? Onde fica? E depois de verem as fotos, se surpreenderam .
É ainda um roteiro muito pouco divulgado e pouco explorado por Brasileiros.



Apesar dos cerros serem a principal atração , passear pelo povoado é indispensável. Purmamarca se parece muito uma cidadezinha  Faroeste, ao pé da montanha .







Guarda-se ali, além das belas paisagens , atrações bem interessantes como a ferinha da praça que colorem a vila , bares e construções com arquitetura original do século XVII.










O local é uma verdadeira relíquia de eras passadas , além disso é surpreendentemente bem preservada.





Para ter uma dimensão real, contudo só do mirante El Porito , de onde vimos as montanhas coloridas que se espelham por todo horizonte.


O valor é simbólico , já que o peso Argentino está bem desvalorizado.(em torno de $2.00)

A cidade é pequena , mais como todo bom povoado turístico oferece muitas opções de comida e alguns bares com musicas ao vivo.


A praça central fica tomada de turistas e 
eu como sempre prefiro provar as comidinhas de rua .

Este post faz parte da Expedição América 2020.

Roteiro criado e executado pela trip tri , já tem novas datas AQUI  embarque nessa você também , é um roteiro super completo.
Permita-se
Compre através de meu link e ajude o blog a crescer.