Mostrando postagens com marcador Slide. Mostrar todas as postagens

Bar da Dona Onça / SP

6 comentários

A visita ocorreu durante minha estadia de 5 dias em São Paulo.
Acabei indo conhecer o restaurante as 14 horas , pois ele fica na área central, combinando então com a visita ao farol Santander as 17 horas.


O restaurante é localizado aos pés do edificio mais icônico da cidade , o Copan que foi projetado pelo emblematico Oscar Nyemaier/
O restaurante é um local bem turístico , os atendentes super atencioso e um cardápio de dar agua na boca, divido em arrozes ,cozidos e assados, para chuchar no pão, em ´miúdos, comendo com as mãos, massas feita no local e á minuta.
 


Eu escolhi , o clássico da onça :

Filé ao molho poivre+capelline na manteiga+sálvia.

A chef é Janaina Rueda e os pratos são bem autenticos e com um tempero diferente,super saboroso.


Do bar, saem caipirinhas impecáveis como a de limão, gengibre e melaço de cana e a de tangerina com maracujá que foi a que pedi chamada de caipirinha onça pintada .


O cardápio das sobremesas é um show a parte , escolhi pelo nome kkkk e  me surpreendo com o sabor do "Eu sou Feliz"
Uma mistura de pipoca caramelizada , pão de ló , chocolate branco, banana caramelada , espuma de baunilha, ganache , paçoca moída... com uma textura que desmancha na boca.



Apresentação do cafezinho e um charme , com caneca de oncinha e docinhos .

O restaurante não é barato mais vale cada centavos "investimento"
 

Endereço do Bar da Dona Onça: Avenida Ipiranga, 200 – Edifício Copan, lojas 27 e 29. Centro. São Paulo, SP

http://bardadonaonca.com.br/


Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK

Bramare é o primeiro livro da trilogia Paris sans Eiffel.

4 comentários
Da autora: Ely Mirannda

A história  fala sobre a descoberta do outro e a redescoberta de sí e tem como pano de fundo da narrativa as três melhores coisas da vida.

-Viagens e suas inspirações
-Desejos e suas sensações
-O mundo dos vinhos e sua sensoríalidade .

Bramare é o primeiro livro da trilogia Paris sans Eiffel, a maioria dos nomes citados no livro traz um significado profundo para essa história. Com um enredo repleto de cenas sensuais, a cada virar de página percebemos o quanto esse casal tem uma conexão profunda, diferente e complexa. O romance não é sobre um casal, é sobre a capacidade do amor em mudar nossa existência completamente. Do lado de fora. Do lado de dentro. Uma mulher forte que mostra o quanto a fragilidade diante desse sentimento pode alterar nossa essência para sempre.


Você acredita no amor?

" Você já sabe oque faria por amor e agora oque o amor faria por você"

Depois de se separar de seu marido, a protagonista dessa história não imaginava que encontraria o amor tão cedo em uma viagem de negócios. Um amor intenso, sem barreiras, daqueles que desnudam a nossa alma. Mas nem só de amor e paixão vai ser o desenrolar dessa história, eles terão de conviver com intrigas e muitas reviravoltas.
“Como é possível apaixonar-se tão rápido?Como é possível que alguém compreenda a sua alma de uma forma tão veloz e clara, sem nenhuma necessidade de explicações ou diretrizes?” Pág: 63

 O livro tem uma narrativa linear, conhecemos toda a profundidade e os sentimentos desse casal intenso e apaixonado. A ausência de nomes dos personagens, faz com que a história tenha um charme a mais.
A escrita é envolvente, as cenas do livro são descritivas, e a cada nova viagem, ou a cada garrafa de vinho aberta parecia que eu estava com eles, gostei muito desse detalhe na escrita da autora.

Indico muito a leitura para todos os amante de vinho,viagens e uma história de amor intensa.


São 338 páginas + 4 com dicas como vinhos a degustar, lugares a visitar , filmes para inspirar e ainda uma playlist.


Exposição " vista 360 "

5 comentários

 

Em uma visita ao Farol Santander , a emblemática atração turística  da cidade de São Paulo , no quarto andar ,visitei uma imersão a arte em um ambiente cenográfico que propõe expectativa positiva. 


A exposição permanente ‘Vista 360º’ foi assinada pelo artista brasileiro Vik Muniz ,radicado nos Estados Unidos. 
Passados três anos desde a inauguração, o espaço agora conta com requalificação encabeçada pelo arquiteto Fernando Brandão.

 
Essa é uma das atrações imperdiveis na capital Paulistana , além da vista de um dos predios mais altos do País , um belissimo  cartão postal, que tem como objetivo, relembrar o passado, marcar o presente e iluminar o futuro. 


 

 

 

 

INFORMAÇÕES: 

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: Terça-Feira à Domingo das 09h às 20h, consulte horários disponíveis para visitação. 

 

 

CLASSIFICAÇÃO: Livre

DESCONTOS: 10% de desconto em até 8 ingressos para Clientes Santander, comprando com o cartão Santander.

GRATUIDADE: Crianças até 2 anos e 11 meses.

 

BENEFÍCIOS DE MEIA-ENTRADA MEDIANTE APRESENTAÇÃO DE COMPROVANTE PARA:

  • Estudantes 
  • Crianças de 3 a 12 anos 
  • Idoso (pessoas com mais de 60 anos) 
  • Aposentados 
  • Jovens pertencentes a famílias de baixa renda (com idade de 15 a 29 anos) 
  • Pessoas com deficiência e acompanhante quando necessário: 
  • Diretores, Coordenadores pedagógicos, Supervisores e Titulares de Cargos do quadro de apoio das escolas das Redes Estadual e Municipal do Estado de São Paulo, Professores da Rede Pública Estadual e das Redes Municipais de Ensino do Estado de São Paulo.

 

Saiba com qual documento você pode comprovar sua meia entrada acessando o site: 

https://bileto.sympla.com.br/meia-entrada/sao-paulo.html 

 

 

 


CONFIRA O QUE VOCÊ IRÁ ENCONTRAR NO FAROL SANTANDER: 

 

Hall do Térreo

O Hall do Térreo do Farol Santander é a porta de entrada para um mundo de descobertas e provocações. De cara, você se depara com um lustre de 13 metros de altura que chega a pesar 1,5 tonelada. Além dele, o local tem um telão que mostra as várias atrações do Farol Santander.

Importante: Devido a montagem da próxima exposição do Farol, entre os dias 08 e 20/02 o Hall do Térreo estará parcialmente bloqueado.

 

2º andar: Memória do 2

UMA VIAGEM IMERSIVA NA HISTÓRIA DO FAROL SANTANDER

Dentro de um túnel de espelhos, que traz uma combinação de imagens, sons e animações, você vai conhecer da concepção à construção do edifício e um pouco da história da cidade de São Paulo e seu crescimento.

 

 

3° andar: Memória do 3

COMO ERA UM BANCO NA PRIMEIRA METADE DO SÉCULO PASSADO?

O Farol Santander conta histórias. o  3º andar é uma viagem pela evolução bancária. Passeando entre objetos e mobiliário originais da época da construção do edifício, você vai saber como funcionava uma instituição bancária na década de 1950.

 

4° andar: Vista 360° por Vik Muniz

A CIDADE

Enquanto a natureza geralmente nos inspira a descrevê-la usando generalizações amplas como céu, terra, mar ou montanha, descrevemos os espaços humanos principalmente por meio da exaltação de seus detalhes. Cidades são percebidas como um intenso fluxo de fragmentos, cuja densidade define o centro em relação aos arrabaldes.   Eu me lembro, ainda criança, da longa jornada da Zona Oeste ao Centro de São Paulo vista através da janela de um ônibus, quando tentava medir a distância da Sé, do Teatro Municipal e do Largo do Arouche por meio dessa profusão de detalhes. Minha mãe trabalhava como telefonista na extinta CTB, na Rua Sete de Abril, e eu vinha buscá-la em dias de feriado para passear na Praça da República. Ao observar pela janela do coletivo, sabia que a minha viagem estava para terminar quando avistava o seu detalhe final: a ponta do prédio do Banco do Estado de São Paulo desde o Vale do Anhangabaú. Até os dias de hoje, na minha imaginação, nenhum outro marco serviria para descrever melhor o Centro, o ponto mais denso dessa gama profusa de fragmentos compartilhados que é a experiência da cidade.   A cidade é feita de pedaços de pedra, de terra, de vidro e de aço que a nossa consciência teimosa anima por meio da linguagem. A cidade é onde o homem mais se ilude em sua grandeza divina de dar nomes às coisas. Um imenso mosaico onde as partes estão constantemente tentando definir um mutável todo.  

 

5° andar: Memória do 5

UMA SALA DA PRESIDÊNCIA COM PERSONALIDADE E QUE CONTA MUITAS HISTÓRIAS

Móveis entalhados artesanalmente, lustres da década de 1950 e um dos maiores conjuntos de móveis de luxo produzidos sob encomenda após a 2ª Guerra Mundial pelo Liceu de Artes e Ofício. As salas, preservadas em sua composição original, ainda guardam uma exposição permanente com os presidentes ao longo das muitas décadas de história do banco.

 

Arena do 8

NA ARENA DO 8, UM ESPAÇO PARA PROVOCAÇÕES, ENCONTROS E EVENTOS

Um amplo espaço com um palco central, projetado para aproximar palestrantes e audiência. Podendo ser alugada e comportando até 120 convidados, a Arena tem uma estrutura completa para a realização de eventos, palestras e debates.

 

  

19º andar: Em construção.

 

 

20º andar: 

ESPUMA DELIRANTE DE RAFAEL SILVEIRA

de 25.03.22 até 07.08.22
 
Rafael Silveira é um artista múltiplo: na mesma pessoa convivem o antigo e o futurista, o artesanal e o digital, o tradicional e o transgressivo. A exposição Espuma Delirante é um choque entre esses extremos, gerando uma energia criativa que instiga pensamentos e estimula sensibilidades. Para Rafael Silveira, fazer arte é, antes de mais nada, inventar. Nada é tão sólido que não possa desmanchar-se no ar. Assim, uma sólida pintura a óleo sobre um quadro com moldura de madeira pode, muito bem, transformar-se num inseto e começar a voar. Na exposição Espuma Delirante, o surrealismo dessa cena ganha contornos surpreendentemente reais. O sonho - com suas paisagens, seus becos e meandros, seus seres e entidades - é a matéria-prima da obra de Rafael Silveira. O artista é, muitas vezes, identificado com o movimento artístico denominado Pop Surrealismo, que seria uma versão atualizada dos movimentos de arte que lidam com imagens arquetípicas e valorizam seu simbolismo. Espuma Delirante é uma imersão no universo onírico proposto pelo artista.
 
 

21º andar:

PISTA DO 21 | RAJAS SKATEPARK

VENHA DAR UMA VOLTA NA PISTA NO ALTO DO PRÉDIO ÍCONE DA CIDADE DE SÃO PAULO.

   
  Viva uma nova experiência de fazer manobras nas alturas, entre um flip e outro, você ainda pode aproveitar a linda vista do centro. A pista de madeira com 300m2 de transições, wallrides, corrimãos, palcos, caixotes, quarters, skateshop com wallride translúcido e a incrível visão de Sampa, esperam por você!
Se você já pratica o esporte e ficou com vontade de dar esse rolê, basta comprar seu ingresso e aproveitar.

 

  Fique atento às regras de funcionamento e termos de ciência que você vai encontrar no link de compra.

    https://site.bileto.sympla.com.br/rajaspistado21

 

22º, 23° e 24° andar

IDENTIDADES - 22&22&22

de 22.02.22 até 22.05.22
 
200 anos de independência, 100 anos de identidade cultural! Dois séculos de legados. Uma reflexão sobre nossa própria identidade terá que ser o ponto de partida do processo de construção que temos pela frente, se desejamos que o desenvolvimento futuro se alimente da criatividade de todos os cidadãos e contribua para os anseios mais legítimos destes... A exposição Identidades – 22&22&22 apresenta obras das coleções do Acervo Artístico-Cultural dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo e do Santander Brasil. Dois séculos de histórias reveladas por meio de obras que descortinam pensamentos, contradições e expressões, vistos a partir da atualidade. Além das obras, ambientes e imagens são vistos por meio da expografia tecnológica que projeta imagens e sons, em períodos e ambientes de caótica efervescência. Com o objetivo de sinalizar a busca de identidades nacionais ao longo dos períodos da independência do Brasil, e no século XX a luta pela independência cultural e artística, a exposição apresenta uma interpretação dos aspectos sociológico, político e artístico, que se desenvolvem através de núcleos conceituais temáticos. Obras icônicas das duas coleções, e mais algumas obras de coleções de artistas, destacam, geograficamente, nos séculos XIX e XX, os centros artísticos no Brasil, à época: a cidade do Rio de Janeiro, então capital do país, e especialmente São Paulo, palco da Semana de Arte Moderna de 1922, no Teatro Municipal, como ponto efervescente e aglutinador da modernidade, com suas ideias, sentimentos e opiniões de entusiasmo febril.

 

 

 

26º andar: Mirante e Café do 26

3 MOTIVOS PARA VISITAR O MIRANTE E CAFÉ DO 26

Uma pausa para um lanche ou cafezinho, acompanhados da vista do centro de São Paulo. No Mirante e Café do 26, você vai viver a cidade como nunca imaginou.

O Mirante

Uma bela vista da cidade de São Paulo é o que você vai encontrar ao sair do elevador no 26º andar do Farol Santander. Com indicações nos vidros, o visitante poderá saber aonde estão os prédios icônicos da cidade ao redor do edifício. Junte a isso um café para ter uma experiência cultural, histórica e gastronômica.

CARDÁPIO EXCLUSIVO

No café do 26 sua experiência fica ainda mais completa com um cardápio especialmente desenvolvido pelo Mário Azevedo Gastronomia para ter a cara de SP, "Urbano e Contemporâneo". Além disso, para homenagear o Farol Santander, que é um dos famosos ícones paulistanos, um café produzido exclusivamente na cidade de São Paulo, o Mogiana Paulista, será protagonista nas xicaras de quem visita o café do Farol. 

OLHE MAIS LONGE

Do alto do 26° andar você poderá olhar até 30 vezes mais longe e ficar mais perto dos ícones da cidade usando o binóculo que está instalado em uma das varadas do nosso mirante.

 

 

28º andar: Boteco do 28

No alto do 28° andar você vai encontrar um cenário descontraído e um cardápio inspirado na culinária Paulistânia.  

O menu assinado pela Chef Mayra Aguiar é de um típico bar paulistano, mas com pratos emblemáticos dessa gastronomia popular resgatados do passado, agora em rearranjos criativos que vão ganhar seu coração. É comida de afeto, elaborada com ingredientes de excelência, e muitos deles produzidos por pequenos produtores.  
O Boteco do 28 por Bar da Cidade funciona de terça-feira a domingo, das 11h30 às 20h e você não precisa fazer reservas ou adquirir ingressos, o acesso ao andar é feito por ordem de chegada.  
Após as 20h e nas segundas-feiras poderá ser utilizado como um espaço para eventos.

 

 

CONFIRA O SITE E A  PROGRAMAÇÃO COMPLETA E PLANEJE A SUA VISITA: 

https://www.farolsantander.com.br/#/sp/agenda 

 


MASP: Exposição Acervo em Transformação

3 comentários

MASP é considerado o Museu de arte mais importante do Hemisfério Sul e também um ponto turístico localizado no coração de São Paulo, pois ele por sí próprio já é uma obra de Arte.

 
Sua construção foi baseada no uso de concreto suspenso aparente e muito vidro.

No 2°andar encontra-se  o acervo em Transformação , uma exposição de longa duração que traz uma seleção de obras da coleção do
MASP.
              
A exposição abrange a arte africana, das Américas, asiática, brasileira e europeia, desde a Antiguidade até o século 21, incluindo pinturas, esculturas, desenhos, fotografias e roupas, entre outros.

A característica marcante da mostra é estar em constante modificação, com a entrada e saída de obras em razão de empréstimos, novas aquisições e rotatividade, por isso o seu título. Nesse sentido, oferecemos uma planta-folheto com a localização das obras e a data em que foi realizada a última “transformação”.

Esta mostra reúne treze obras de mulheres artistas recentemente incorporadas à coleção do MASP, e expressa o trabalho contínuo que tem sido realizado com o objetivo de fortalecer a presença delas no acervo. 

Pois as mulheres aparecem em número muito menor que os homens nos acervos e programações dos museus e nos livros de história da arte.

Esta é uma visita imperdível a quem vai a São Paulo. O acervo conta com mais de 11.000 obras, não todas expostas de uma vez , é claro. 

A exposição temporária fica no 1°andar , assim como o restaurante. 

Combine está imersão a arte com a culinária brasileira do Baianeira que fica no 1°andar. 

Não vai viajar a São Paulo e gostaria de ver está exposição ?

Faça um tour virtual e explore a exposição permanente do MASP.

Os ingressos podem ser adquiridos na bilheteria e online.

 AV Paulista, 1578 -


Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK 

Hocca Bar / Mercado Municipal de São Paulo.

Um comentário
O Hocca bar fica no mezanino do mercado municipal de São Paulo,conhecido pelos clássicos sanduíches de mortadela e os pastéis de bacalhau super recheado.

Bastante divulgado como o "famoso do Mercadão" e com mais de meio século de história .

Fui conferir...

O lanche é realmente gostoso e farto, o chopp bem gelado , na marca Amstel e Heineken .
 O ambiente é bem tranquilo e fica entre outros bares no mesmo estilo.

O  Hocca tem um menu bem variado e o  preço é realmente para turista.

Você pode combinar as comprinhas da 25 de março e a visita ao mosteiro São Bento com essa degustação no mercado municipal .


Quer ir de metrô ? E super prático na linha azul desça na estação São Bento , o ticket custa  $4.40.


Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK 

50 coisas que aprendi com os meus 50 anos!

21 comentários
Então completei 50 anos , cheguei aqui sem atalhos , vivi todos os momentos com intensidade. Caí algumas vezes, mais levantei mais preparada, hoje estou aqui plena , em pé e sem mágoas.
Com tudo isso, que chamamos de experiência de vida , me tornei uma pessoa melhor, uma mulher forte e determinada que acima de tudo vive pelo amor ,união e bem estar da família.

Nessa coleção de meio século de vida eu vou numerar as 50 principais coisa que aprendi e que me orgulho.

01- Aprendi a numerar minhas prioridades:  Família, Trabalho, Viagens e Aprendizados.

02- Aprendi que minha Idade é só um numero.

03- Descobri que ser sagitariana me define totalmente.

04- Aprendi que se quiser  estar comigo tem que me acompanhar... Ande ao meu lado , senão vais ter que me seguir....

05- Aprendi que ser livre é ter opção de escolhas.

06- Aprendi que a rotina me cansa.

07- Não gosto da vida em banho-maria. 

08- Aprendi que Amar é ter outras opções e fazer a mesma escolha sempre.

09- Aprendi que meu destino sou eu quem escreve.

10-Aprendi a Viajar sozinha, aprendi que é mágico e libertador .

11- Aprendi que não há mau que dure para sempre.

12- Gosto de pessoas inteligentes e sinceras.

13- Aprendi que a maior beleza é a interior .

14- Aprendi que a verdade dói menos que a mentira.

15- Aprendi que uma noite de sono entre dois dias , pode resolver muita coisa.

16- Aprendi que a admiração vem antes do amor.

17- Ser Budista é minha teoria de Vida.

18- Aprendi que um sorriso no rosto é mais poderoso que um soco.

19- Aprendi a ser Adaptável a ambientes e a pessoas .

20-Aprendi que a Cumplicidade é o elo mais forte de um relacionamento.

21- Aprendi que quem não aprende no Amor , aprende com a Dor .

22- Aprendi que se não me faz bem , o mau eu não permito que me faça.

23- Aprendi que quem deve respeito a mim , sou eu mesma.

24- Aprendi que a luta é diária  , mais a batalha é infinita .

25- Aprendi que o sucesso está pouco além de onde os fracos desistem.

26- Vou do 8 ao 80 e retorno plena, aos olhos dos que me observam.

27- Aprendi a não ter medo de errar , e sim o cuidado de não repetir o erro.

28- Aprendi que o amor verdadeiro não se resume em palavras e sim em gestos .

29- Aprendi que Eu sou a minha melhor companhia , sozinha eu me perco e me reencontro.

30- Amo viajar, mais voltar para casa é estar no meu porto seguro.

31- Aprendi que um dia de festa é maravilhoso mais o restante  eu amo a paz.

32- Aprendi que o tempo voa e não espera por ninguém.

33- Não me prenda , ou voe comigo ou me deixe ir 

34- Aprendi que ser de alguem é posse , não amor.

35- O amor  te deixa ir , volta se sentir saudade e se não voltar é livramento.
 
36- Aprendi que sou uma amiga fiel e verdadeira  , mais como inimiga sou ótima.

37- Aprendi que não preciso ter muitos amigos e sim pessoas verdadeiras ao meu lado.

38- Para fazer uma tatuagens , precisa ter um significado ...eu tenho 7.

39- Aprendi que a experiência de vida é mais satisfatória do que a juventude.

40- Aprendi que vida é muito curta , tem que ser valorizada.

41- Errar é humano , perdoar é opcional. 

42- Aprendi que o amor acontece ou não ...apenas aceito.

43- Aprendi que não sou formiga , não aceito viver  de  migalhas.

44- Aprendi agradecer mais a Deus , do que pedir.

45- Aprendi que  café tem marca sim e o açúcar tira o sabor.

45Aprendi  que com o passar dos vinhos os anos ficam melhores.

46- Aprendi que vinho não é doce... 

47- Não guardar rancor , isso me liberta.

48- Que obrigada, desculpa, por favor são as chaves que abrem muitas portas.

49- Aprendi que posso desistir de tudo , menos de mim.

50- Sou assim de uma originalidade sem fim,
não tente me mudar ,garanto que não vai conseguir ❤️.


Está sou EU (aos 50 anos) então  me ame ou me odeie de vez  !!!

Texto Original: Márcia Schorn 
 22/11/21

Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK 

Vinícola Miolo e o Enoturismo no Rio grande do Sul.

14 comentários
A vitivinicultura no Brasil iniciou no Rio Grande do Sul. Apesar de ter expandido para outros territórios brasileiros, é no Rio Grande do Sul, principalmente na serra gaúcha, que estão grande parte das vinícolas do país. E, de quebra, o roteiro de enoturismo mais famoso, o Vale dos Vinhedos.


A Miolo se destaca entre elas, recebeu o prêmio de ‘Melhor vinícola para se visitar’ e figurou o Top 3 das categorias Vocação Turística e Visita Técnica.


A Vinícolas é espaçosa entre colinas, com uma bela visão panorâmica que nos surpreende e encanta . O local tem atração para você curtir um dia inteiro. 
O tour nos leva para conhecer os parreirais, a parte histórica e, além disso, proporciona um lindo visual do Vale. Ainda, tem uma torre, que dá um diferencial à paisagem. O tour inicia nos parreirais, nos quais cada fileira é um tipo de uva.

Valor:
Voucher R$40,00 = visita a Vinícola, vinhedos e degustação. Bônus R$10,00 para compras de vinhos, espumantes e destilados na loja da Vinícola Miolo;


Pioneira no enoturismo na Serra Gaúcha, a Miolo é a primeira vinícola brasileira a criar um espaço exclusivo e integrado à natureza, o Wine Garden, que oferece aos turistas um charmoso piquenique harmonizado com vinhos e espumantes.

COMO VISITAR A VINICOLA MIOLO:
 Estrada do Vinho, na RS 444, km 21, no Vale dos Vinhedos em Bento Gonçalves, bem em frente ao Spa do Vinho.



Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK 

Catedral São Pedro de Alcântara.

24 comentários

 Um dos maiores cartão postais da cidade serrana do Rio de Janeiro é a imponente Catedral.

São Pedro de Alcântara foi padroeiro da cidade na época da monarquia Brasileira , assim ela foi construída em sua homenagem.




 É uma Igreja histórica com arquitetura neogótica francesa impressionante , assim como seus vitrais e pinturas de Carlos Oswald.


 O altar gótico contém relíquias de São Magno, Santa Aurélia e Santa Tecla, trazidas de Roma pelo Cardeal D. Sebastião Leme. As portas principais pesam 2.400 kg cada.


No seu interior destaca-se o Mausoléu onde estão os restos mortais da Família Imperial (dom Pedro II, dona Teresa Cristina, Princesa Isabel e Conde D`Eu, seu primogênito D. Pedro de Alcântara e sua esposa D. Elisabeth) e também podem ser vistas esculturas de Jean Magrou, Bertozzi. 


Quando o major Júlio Frederico Koeler projetou a cidade de Petrópolis, já havia reservado o local para a construção da Catedral, estrategicamente colocada em frente a Av. Koeler, a rua mais nobre da cidade àquela época. Atualmente a Av. Koeler ainda guarda sua beleza com suas casas antigas, o Palácio Rio Negro e a Casa da Princesa Isabel, que fica bem em frente à catedral.



Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK

Fui pintar o meu mundo com novas cores : Voltei com um arco-íris de sentimentos .

15 comentários
É difícil encontra alguém que não goste de viajar, não éh?
Para mim viajar é viver , sempre que posso eu viajo e quando não posso sonho com a próxima viagem , afinal o sonho é definitivamente o que nos move e viajar nos desperta sentimentos únicos. Em busca um mundo colorido entre montanhas como a sete colores (Argentina0 e a Raibow mountain (Peru), sai em uma expedição pela América do Sul.


Argentina Jujuy

Foram 16 dias na minha primeira Expedição , conhecendo 4 países  da América do sul , conhecendo cultura e povos diferentes.

Confesso que foram dias de emoções variadas e de sentimentos nunca vividos.
Estive  colecionando memórias eternas as quais em breve estarei dividindo aqui no Blog com vocês .


 Viajar primeiro te deixa sem palavras e depois te faz um contador um de histórias.



Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK

Trilha nos Canyons : Fortaleza

12 comentários

O Parque Nacional da Serra Geral, em Cambará do Sul foi criado em 20/05/1992, possui este nome devido à formação geológica em que se encontra.

O Cânion Fortaleza é um dos maiores e mais bonitos cânions da região. Sua extensão é de 7,5 km e suas paredes chegam a impressionante profundidade de 900 metros. Isso já é suficiente para responder o porquê de seu nome: a grandiosidade de suas paredes remete às antigas fortalezas do período medieval.

 

A Trilha do Mirante leva a um dos pontos mais altos do cânion. 


Aquele que por lá chegar extenuado pela subida, pode recuperar suas energias apreciando as planícies gaúchas e catarinenses e, com sorte, a cidade de Torres, em dias sem muita nebulosidade.


A beleza compensa o esforço, os cânions nos  deslumbram , com seus contornos ondulantes em uma paisagem natural. São vales profundos, como se fossem montanhas com a garganta aberta que rendem belíssimas fotos e momentos de descanso e reflexão.


Para acompanhar nossas viagens e atividades siga no INSTAGRAM - FACEBOOK


 visite também:

 Caniôn Itaimbezinho

 Saiba oque usar na sua primeira trilha 

  Um dia em Cambará do sul